Sobre o CulturAZ Santo André

O mapeamento de agentes, espaços, bens e serviços culturais é imprescindível para a elaboração e de políticas culturais e como instrumento de gestão. Ciente dessa importância, a Prefeitura de Santo André realizou o 1º Censo Cultural em 1999. Na ocasião, a possibilidade viável foi realizar o Censo com formulários impressos, de autopreenchimento, distribuídos pelos equipamentos culturais e alguns postos volantes de cadastramento. O resultado deste trabalho foi publicado em formato de Guia Cultural impresso que, no entanto, considerando o instrumento de coleta de dados rapidamente se tornou desatualizado.

A parceria realizada entre a Prefeitura de Santo André e o Instituto TIM para implantação do projeto Mapas Culturais, em Santo André denominado CulturAZ preenche o espaço deixado pelo Censo Cultural. Desenvolvida em software livre, com interface dinâmica e base dados permanentemente atualizada, a plataforma CulturAZ compõe a primeira ação do Sistema Municipal de Informações e Indicadores Culturais de Santo André e será de fundamental importância para o cumprimento das metas do Plano Municipal de Cultura.

Além de cadastros e consultas de agentes, eventos e fazedores de cultura nas mais diversas expressões, a plataforma também permite acesso à agenda cultural da cidade, bem como a inscrição de projetos no Fundo Municipal de Cultura.

A plataforma está alinhada ao Sistema Nacional de Informação e Indicadores Culturais do Ministério da Cultura (SNIIC) e contribui para que os gestores públicos realizem alguns dos objetivos do Plano Nacional de Cultura.

Mais informações sobre a ferramenta Mapas Culturais no site do Instituto TIM.

Para contato sobre dúvidas, sugestões, por favor, utilize o endereço culturaz@santoandre.sp.gov.br.

Realização

Insituto TIM Prefeitura de Santo André