As informações deste registro é histórico gerado em 12/04/2023 ás 14:58:35.
Este espaço está como publicado , e pode ser acessado clicando aqui

Inaugurado neste local em 1925, manteve-se ativo até 1988. Foi modernizado nos anos 1940/50 e sofreu demolições em 1987. Frente à pressão social foi desapropriado em 1991, tornando-se equipamento cultural até 2011. Reaberto recentemente após reforma.

Site: Http://www.santoandre.sp.gov.br

Email: comdephaapasa@santoandre.sp.gov.br

Telefone Público: (11) 4436-3631

Endereço: Rua Senador Flaquer, 110 , Centro, 09010-160, Santo André, SP

CEP: 09010-160

Logradouro: Rua Senador Flaquer

Número: 110

Complemento:

Bairro: Centro

Município: Santo André

Estado: SP

Descrição

O Cine Theatro Carlos Gomes tem sua trajetória ligada ao início do movimento cultural do ABC, pois além de ser o primeiro cinema instalado no município e estar associado à origem do movimento teatral da região, era um espaço para bailes carnavalescos, concertos e apresentações musicais. Inaugurado em 1912 por Vincenzo Arnaldi funcionava inicialmente na esquina da Rua Coronel Oliveira Lima com a atual Rua SavinoDegni. Em 1925 se mudou para a Rua Senador Fláquer, em uma edificação construída por Arthur Boschetti para especial finalidade de abrigar uma casa de espetáculos denominada originalmente de Theatro Carlos Gomes. Possuía características arquitetônicas neoclássicas na fachada, interior com amplo salão, além de frisas que contornavam toda a área. Tinha capacidade de atender até 800 pessoas.

Na primeira metade do século XX era um dos principais espaços de convivência e manifestações culturais, pois permitia oportunidades de acesso às atividades culturais aos moradores dos bairros da Estação e Ipiranguinha, assim como de regiões mais distantes do município que eram atraídas pelas atividades culturais, ainda escassas no distrito de Santo André.Além disso, sua proposta multicultural se expandiu para além de suas paredes, por meio de atividades circenses e desfiles carnavalescos que aconteciam no seu entorno.

A força cultural do Cine Theatro Carlos Gomes perdurou ao longo dos anos, mantendo um público contínuo e crescente que motivou modernizações no edifício, como aquela ocorrida entre os anos 1940-50, com substituição do piso original por tábuas de ipê, instalação do balcão no mezanino para ampliar a capacidade de público, criação do sistema de iluminação e ventilação no teto, sob forma de estrela e a modificação da fachada que recebeu uma marquise sustentada por colunas retangulares, assumindo ares de Art Decô.

Mas, em meados da década de 1970, o Cine Theatro Carlos Gomes sofreu os efeitos da decadência das salas de cinema decorrente da popularização das TVs e na década de 1980 o prédio foi fechado. Em 1988, uma reforma para instalação de loja de tecidos na área frontal e estacionamento para veículos no local da plateia culminou na destruição total de sua fachada. A pressão popular em prol de sua preservação, sobretudo pelo movimento SOS Carlos Gomes contribuiu para que sua desapropriação fosse efetivada, em 1991, e fosse reaberto, no ano seguinte, como espaço cultural com atividades culturais e de formação na área de cinema e vídeo.

Em 2009 o espaço foi interditado por falhas na manutenção e em 2012 sofreu descaracterização quase total em decorrência de uma obra inadequada. Mais recentemente, em resposta às novas manifestações populares e à presença na memória afetiva da população, a Prefeitura realizou uma readequação do espaço, seguindo sua veia original de espaço multicultural.

Este edifício foi tombado em outubro de 1992 como patrimônio cultural de Santo André pelo COMDEPHAAPASA - Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arquitetônico-Urbanístico e Paisagístico de Santo André. As motivações se expressam por sua longa permanência na paisagem; por seu valor simbólico como polo cultural e espaço de fruição, socialização e cidadania; e por suas características arquitetônicas ecléticas. Além disso, há uma forte ligação afetiva e de memória com a comunidade, com a oferta das diversas formas de manifestações artísticas e atividades culturais.