Festival Coqueiro


Linguagens

Música Popular

Descrição Curta:
Século XXI. Quem está a fazer arte? Quem ainda se importa com a vida? Desde Woodstock os festivais de música trazem em si um peso histórico. O peso de se propor a liberdade dentro dos espaços - públicos e privados. Propagar a diversidade, a fraternidade, o desbunde. Com base nessa reflexão e com o ímpeto destes valores, o coletivo Coqueiro entra em cena. Provoca.

Classificação Etária: Livre

Cine Theatro Carlos Gomes

ver mapaocultar mapa

28/01/2023 às 14:00 (360 minutos)

Preço: Grátis

Endereço: Rua Senador Flaquer, 110 , Centro, 09010-160, Santo André, SP

Descrição

Igor Celestino e Miçanga:
O compositor e poeta urbano, Igor Celestino, é, além de figurinha marcada de movimentos sociais e redutos boêmios andreenses, um agitador. Sua poesia se incorpora ao seu modo de viver, de falar, de andar… Um desbundante psicodélico inspirado nos malditos e rebeldes contraculturais: Torquato Neto, Wally SailorMoon, Hélio Oiticica, Jards Macalé, e outros. Apesar de ter referências fortes, as leituras do poeta e compositor são apenas elementos que constituem um artista único e original, mas também um herdeiro da poesia beat. Sim, temos nosso Allen Ginsberg, nosso Jorge Mautner, e sim, eles são a mesma pessoa!

Chato de Galochas:
Formada inicialmente antes da pandemia, a Chato de Galochas vêm conquistando admiradores e ouvintes ao longo de poucas, porém marcantes apresentações pelo ABC. Com uma proposta de colagem, de alternância de gêneros e sonoridades, a banda propõe uma amálgama que reúne tanto o espírito de mistureba pós tropicalista quanto a atitude jovem e popular do rock dos anos 80. Com todas essas referências, Lenu, Bocco, Enzoca e Luqueta entregam um show bastante dançante, cheio de atitude, com músicas que fogem do óbvio e ressaltam o paradoxal, ou contraditório, mas que no cenário do show, criam seu próprio sentido.

Cianoceronte:
Cianoceronte é talvez a banda mais comentada da cena independente do ABC. Já reconhecida por veículos como “Minuto Indie”, a Ciano vem crescendo com o público paulistano e simultaneamente experimentando com sonoridades novas: Sopros, sintetizadores e harmonias dissonantes. Mas se alguém acha que a Ciano se resume a isso, está muito enganado. Mesmo com toda a referência de jazz, a sonoridade climática psicodélica e os arranjos que causam cócegas no pé do ouvido, a consciência pop do grupo fica clara como o dia, tanto sonora quanto visualmente. O maior exemplo é o lançamento recente (Maio de 22) do EP da banda, muito ouvido e elogiado. Por tudo isso e mais, a Ciano vem demonstrando um grande potencial para “furar a bolha” de Santo André para novos mares.

Movimento Náufrago:
A Movimento Náufrago traz um som orgânico, claramente influenciado por bandas contemporâneas como “Selvagens à Procura de Lei”, mas ao mesmo tempo traz e evidencia uma sonoridade de matriz africana e afro-brasileira. A Movimento é, de fato, uma banda que não para de se movimentar, suas principais apresentações foram em saraus, festivais beneficentes e seus membros são engajados e antenados nas pautas que marcam a contemporaneidade. Mas a banda não para por aí, pois os shows da Movimento geralmente conquistam o público da primeira à última nota, com canções fáceis de se cantar e que ficam na cabeça, a banda cativa a audiência que de uma hora pra outra se vê cantando, batendo palmas e dançando a ritmos que remetem ao que a gente tem de mais original e brasileiro.

Publicado por

Gerência de Teatros e Auditório

A GTA (Gerência de Teatros e Auditório) faz parte do Departamento de Cultura da Secretaria de Cultura e Lazer no município de Santo André.

Nome:

E-mail:

Tipo:

Mensagem:

Enviando mensagem

Enviando mensagem