CHOVE SOBRE MIM A MINHA VIDA INTEIRA

INDIVIDUAL DE PONTOGR


Linguagens

Artes Visuais

Descrição Curta:
Na exposição CHOVE SOBRE MIM A MINHA VIDA INTEIRA Pontogor apresenta uma série de objetos que foram produzidos a partir de dezembro de 2021. As obras dialogam entre si formando uma trama narrativa que poderia vir de sonhos ou visões. Dando continuidade a uma pesquisa iniciada em 2020, que investiga, por meio de obras mais recentes, objetos simbólicos que envolvem fantasmas e presenças ausentes.

Classificação Etária: Livre

Casa do Olhar Luiz Sacilotto

ver mapaocultar mapa

De 16/07/2022 a 27/08/2022 às 10:00 (420 minutos)( terca, quarta, quinta, sexta )

Preço: Grátis

Endereço: Rua Campos Sales, 414 , Centro, 09015-200, Santo André, SP

Descrição

Na exposição CHOVE SOBRE MIM A MINHA VIDA INTEIRA Pontogor apresenta uma série de objetos que foram produzidos a partir de dezembro de 2021. As obras dialogam entre si formando uma trama narrativa que poderia vir de sonhos ou visões. Dando continuidade a uma pesquisa iniciada em 2020, o artista investiga, por meio de suas obras mais recentes, objetos simbólicos que envolvem fantasmas e presenças ausentes. A exposição na Casa do Olhar fecha uma trilogia junto com sua última individual chamada Ver Como Anda o Mundo Sem os Olhos, realizada na Sé Galeria, em 2021 e uma recente curadoria intitulada Horror Vacui, realizada na Coleção Moraes-barbosa, no primeiro semestre de 2022.

...
o _______ é esse pedaço de osso
com o qual a gente _______ abertamente
fica ali, _______, escancarado
sem sequer _______ o pudor
de estar coberto de pele ou carne
...

Trecho do poema de Tom Nóbrega, que estará na exposição

Galeria

Publicado por

Casa do Olhar Luiz Sacilotto

A Casa do Olhar Luiz Sacilotto promove reflexões e ações no campo das artes visuais para cidade de Santo André. Estão sob sua gestão o próprio imóvel onde está sediada a Casa, o Salão de Exposições do Paço Municipal, o Espaço de Fotografia João Colovati e a Pinacoteca de Santo André. Organiza e promove o Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto e a Bienal de Gravura de Santo André.

Nome:

E-mail:

Tipo:

Mensagem:

Enviando mensagem

Enviando mensagem